José Pequeno: “Assumo esta derrota a 100%”

José Pequeno: “Assumo esta derrota a 100%”

José Pequeno: “Assumo esta derrota a 100%”

A 23ª jornada do campeonato não terminou da melhor forma para o SC Vianense que voltou a não conseguir vencer o UD Lanheses (1-0), desta vez no Campo 15 de Agosto. No final, tal como é habitual, José Pequeno analisou a partida.

“Sabemos que jogar e passar em Lanheses é sempre complicado e para a equipa do Sport Clube Vianense, sendo um dérbi, ainda mais complicado se torna. Claro que não era isto que perspetivávamos, trabalhamos para ter outro resultado e acabamos por sair daqui bastante penalizados com um resultado que é muito negativo para aquilo que são as nossas pretensões.”

Durante a primeira parte, o Vianense não conseguiu impor o seu jogo, mas o intervalo chegou com o marcador por inaugurar e com tudo em aberto para o que ainda faltava jogar.

“Penso que fizemos uma primeira parte muito má. Nunca conseguimos ter bola, nunca conseguimos ser iguais a nós próprios. Sabíamos que esta equipa do Lanheses tem sempre uma primeira parte muito forte, são muito voluntariosos, e nós nunca conseguimos assentar.”

Apesar das alterações feitas e da vontade de marcar, foi o adversário quem, no início da segunda metade da partida, acabou por chegar ao golo que lhes garantiu mais três pontos.

“Zero, zero ao intervalo…fizemos logo uma alteração para melhorar e penso que melhoramos bastante na segunda parte. E é nesse período, o nosso melhor período, que sofremos o golo que nos veio penalizar bastante. A partir daí, esta equipa do Lanheses sentiu-se cómoda, recuou linhas, esperou pelos nossos erros e depois foi sempre tudo mais difícil. Muito coração, muita luta, mas nunca conseguimos verdadeiramente criar perigo e acabamos por sair daqui com um resultado que nos complica bastante as contas do campeonato.”.

O treinador considerou que hoje a falha foi estratégica e, por isso, assumiu a culpa pelo desfecho do encontro.

“Já disse aos jogadores que a responsabilidade desta derrota é minha, porque eles correram, eles trabalharam, não foi por falta de aplicação, não foi por não quererem. Estrategicamente é que não conseguimos e, quando assim é, o responsável é o treinador e eu assumo esta derrota a 100%.”.

Com este resultado o CD Cerveira isola-se no primeiro lugar, contudo a luta continua e a equipa vai trabalhar para recuperar a desvantagem.

“Mal de mim, mal de nós, se por perdermos hoje atirássemos a toalha ao chão. Ainda há muito campeonato, ainda faltam sete jornadas. Claro que complica as contas, claro que estávamos melhor com a vitória, como é lógico, mas não vamos atirar a toalha ao chão, isso está fora de hipótese. Ainda há muitos pontos no campeonato e vamos ter de levantar já a cabeça e reagir no próximo jogo com o Atlético.”

Para a semana voltamos ao Dr. José de Matos com o objetivo de regressarmos também às vitórias. O Atlético dos Arcos vai tentar dificultar o nosso trabalho ao máximo, mas contamos, mais do que nunca, com o apoio de todos para lá chegarmos!