• PRÓXIMO JOGO
    2019-01-06
  • AD Ponte da Barca
  • vs
  • SC VIANENSE

José Pequeno: “Fomos superiores, conforme os números traduzem”

José Pequeno: “Fomos superiores, conforme os números traduzem”

José Pequeno: “Fomos superiores, conforme os números traduzem”

O SC Vianense venceu, esta tarde, em casa do Vila Franca, por 5-1. No final, José Pequeno fez a análise da partida, em declarações exclusivas ao nosso site.

Apesar de terem defrontado o último classificado, para o treinador, a pressão manteve-se alta e a superioridade do Vianense foi visível nos números.

“Ao nos deslocarmos a casa do último classificado sabíamos que era nossa obrigação somar mais três pontos. É sempre esse o objetivo em todos os jogos e, jogando em casa com o último classificado, ainda se tornava mais forte essa pressão. Penso que de um ponto geral fomos superiores, conforme os números traduzem. “

Um jogo em que a estratégia definida resultou em golos e permitiu poupar alguns dos jogadores mais utilizados.

“Na primeira parte jogamos um pouco na gestão do esforço físico do adversário, tentamos provocar-lhe cansaço, desgaste e, felizmente, fomos para o intervalo a vencer por 2-0. Penso que os números já traduziam a diferença, mas acreditamos sempre que, com o desenrolar do jogo, o adversário ia sofrer mais desgaste, ia dar-nos mais espaço e foi isso que aconteceu. Marcamos e a partir do 4º começamos a gerir. Fizemos uma gestão de jogadores que nos permitiu dar mais minutos a alguns e descansar outros que têm tido mais desgaste.”

Conquistados os três pontos, o Vianense regressa ao primeiro lugar e volta a depender apenas de si próprio para chegar ao final do campeonato no topo da tabela.

“De um ponto geral, saímos satisfeitos. Somamos mais três pontos, vencemos mais um adversário e, no fim, soubemos que voltamos ao primeiro lugar. Ficamos contentes por isso, mas sabemos que ainda há muito campeonato pela frente, ainda há muitos pontos em disputa, mas dependermos só de nós é muito bom, dá-nos outra tranquilidade e outra forma de encarar os jogos.”