• PRÓXIMO JOGO
    2020-10-25
  • SC VIANENSE
  • vs
  • SC Braga B

Miguel Mota: “Domingo apresentaremos um Vianense mais forte do que hoje”

Miguel Mota: “Domingo apresentaremos um Vianense mais forte do que hoje”

Miguel Mota: “Domingo apresentaremos um Vianense mais forte do que hoje”

A 3ª Jornada da Série A do Campeonato de Portugal não trouxe a vitória que o SC Vianense procurava. Na deslocação ao terreno do Merelinense FC, a equipa da casa acabou por ser mais feliz e vencer por 2-0.

Para Miguel Mota o resultado foi injusto por tudo o que o Vianense conseguiu fazer e não permitiu que o adversário fizesse. No entanto, o Merelinense foi mais eficaz e acabou por conquistar os três pontos.

“Acho que o Vianense na primeira parte foi claramente superior. Criou diversas situações de golo que não conseguiu concretizar. Mesmo na segunda parte penso que o Vianense acabou por estar melhor. Mas a realidade do jogo é esta: o Vianense não fez nenhum golo e o Merelinense fez dois. Perdemos, estamos tristes e não há muito mais a dizer.”

O treinador admitiu não poder ficar triste com os jogadores que tudo fizeram para vencer e garantiu que todos têm a sua confiança.

“O nosso voto de confiança é em todos os jogadores. Nunca nos regemos pelos resultados para alterar o que quer que seja, mas sim pelos comportamentos. Quando entendemos que os jogadores não têm os comportamentos corretos e não fazem o que trabalhamos, aí claro que ficamos tristes. É evidente que queremos e precisamos de ganhar, mas valorizamos mais o que tentamos fazer para alcançar um determinado objetivo, do que o resultado final.”

Na próxima jornada recebemos o SC Braga “B”. O objetivo não muda e é a pensar na vitória que a equipa vai trabalhar durante semana.

“Queremos sempre manter o melhor que fazemos e corrigir rapidamente as nossas dificuldades e os nossos erros. É isso que fazemos durante a semana. É o que iremos fazer e domingo apresentaremos um Vianense mais forte do que hoje.”


ZÉ NANDO: “NESTE CAMPEONATO OS ERROS PAGAM-SE CAROS”

Zé Nando, que entrou na segunda parte, considerou que o Vianense foi superior, mas acabou por vencer a equipa que não cometeu erros.

“Neste campeonato os erros pagam-se caros. Fomos melhores, aplicamos o que treinamos, estivemos muito bem. Tivemos lances de golo, mas não concretizamos. É um sentimento de revolta, tristeza, porque na minha opinião fizemos o suficiente para sairmos daqui com os três pontos. Perdemos e, como disse, neste campeonato os erros pagam-se caros. Eles não fizeram erros, nós não conseguimos marcar. Nós fizemos dois erros e eles marcaram.”

Apesar de tudo, o médio garantiu: “vamos continuar fortes até ao final do campeonato”.