• PRÓXIMO JOGO
    2020-10-25
  • SC VIANENSE
  • vs
  • SC Braga B

Miguel Mota: “O golo acaba por acontecer de uma forma justa e natural”

Miguel Mota: “O golo acaba por acontecer de uma forma justa e natural”

Miguel Mota: “O golo acaba por acontecer de uma forma justa e natural”

No regresso à Taça de Portugal, o Sport Clube Vianense venceu o Futebol Clube Amares por 0-1 e carimbou, assim, a passagem à segunda eliminatória da competição.

Para o técnico Miguel Mota, a equipa entrou bem no jogo, no entanto, como não conseguiu inaugurar cedo o marcador, acabou por acusar alguma ansiedade.

“Penso que o Vianense entrou bem: a mandar, com domínio absoluto sobre o jogo. Depois, a certa altura da primeira parte, acabou por perder um bocadinho a organização. O que levou a isso foi o Vianense não ter conseguido fazer o golo e os jogadores acusaram um bocadinho essa ansiedade de querer resolver a partida rápido. Acabamos por não conseguir ter qualidade, nem com bola, nem sem bola. Foi um momento menos bom da equipa.”

Já na segunda metade do encontro, apesar das dificuldades criadas pelo adversário, o Vianense acabou por evitar o prolongamento perto dos minutos finais.

“Na segunda parte, penso que voltamos a entrar bem: equilibramos e dominamos o jogo. O Amares é uma excelente equipa, muito bem organizada. Criou-nos muitas dificuldades, mas acho que a vitória acaba por ser claramente justa, por tudo o que fizemos nos 90 minutos e na parte final da segunda parte fomos claramente superiores.”


Leandro Vilas Boas: “Fomos a equipa que mais quis vencer”

Leandro saltou do banco para marcar o golo da vitória. Contente por ter sido fundamental para este desfecho, o jogador considerou que saiu vitoriosa a equipa que mais quis vencer.

“Sabíamos que ia ser um jogo complicado e das dificuldades que o Amares nos ia colocar. É um jogo de Taça, por isso é sempre difícil, e o importante era ganhar e passar à próxima eliminatória.  (…) Queríamos marcar cedo, tentamos e entramos muito fortes. Sabíamos que ia ser um jogo muito complicado, mas penso que durante o jogo todo fomos a equipa que mais quis vencer, apesar do Amares ainda ter tido uma ocasião ou outra. Penso que o resultado se ajusta e saímos daqui uns justos vencedores.”


Na Taça de Portugal o objetivo é seguir em frente, de eliminatória em eliminatória. Contudo, para já, o Vianense volta a focar-se no Campeonato de Portugal. No próximo fim de semana, visita o terreno do SC Maria da Fonte em busca dos primeiros três pontos e, apesar de ainda não ser permitido público nas bancadas, contamos com o apoio de todos os Vianenses!