Nuno Silva: “Não foi uma exibição muito bem conseguida”

Nuno Silva: “Não foi uma exibição muito bem conseguida”

Nuno Silva: “Não foi uma exibição muito bem conseguida”

Na 20ª jornada do campeonato o SC Vianense recebeu e venceu o SC Courense por 2-1, resultado que permitiu à equipa voltar a igualar o CD Cerveira no topo da tabela. No final do encontro, Nuno Silva, treinador adjunto de José Pequeno, mostrou-se satisfeito pela conquista dos três pontos, apesar de considerar que a exibição não foi a melhor.

“Foi uma partida em que entramos bem, entramos fortes. Fizemos um golo cedo, que poderia ter sido importante para o decorrer do jogo, mas, no meu ponto de vista, o lance em que o nosso guarda-redes se deixa antecipar pelo avançado contrário, que poderia ter dado o empate, criou alguma intranquilidade na equipa. A partir daí, não conseguimos dar a volta a essa intranquilidade e a resposta que tínhamos de dar, não conseguimos.”

Vítor Tognetti inaugurou cedo o marcador, mas, perto da meia hora de jogo, o Courense conseguiu chegar ao empate através de grande penalidade.

“Foi uma primeira parte não muito bem conseguida da nossa parte. Valeu pela entrega, pela atitude, mas não fomos agressivos, perdemos várias vezes a primeira e a segunda bola, o que fez com que o Coura crescesse e, com algum domínio na zona central do terreno, acabou por ganhar alguma superioridade chegando, assim, a um resultado que não nos era favorável.”

Ao intervalo não houve substituições, mas as mudanças táticas fizeram a diferença e permitiram à equipa colocar-se novamente em vantagem.

“No intervalo, fizemos alterações dentro do onze inicial: corrigimos a situação no meio do terreno, voltamos a usar três médios e aí criamos um equilíbrio. Entramos fortes, conseguimos fazer o 2-1, e, até ao final da partida, dominámos, exceto novamente num lance que poderia ter criado intranquilidade na equipa. Foi um jogo um bocado atípico também pelas condições do tempo, bastante vento, na segunda parte foi-nos favorável, mas não conseguimos tirar o proveito. Repito, não foi uma exibição muito bem conseguida, mas conseguimos o que era expectável para este jogo, que era a conquista dos três pontos. Penso que é o mais importante e foi para isso que trabalhamos.”

O recém-chegado Cooper foi o autor do golo da vitória, o primeiro com a camisola centenária do Vianense naquela que foi também a sua estreia a titular. O avançado mostrou-se contente por ter ajudado a equipa, mas garantiu que não está sozinho nesta luta pela conquista do campeonato.

“Foi um jogo difícil, com uma equipa muito organizada fisicamente e forte mentalmente. O objetivo era ganhar o jogo e os três pontos, porque o que todos queremos, os vianenses, a equipa, a direção, é ganhar o campeonato e subir este ano. (…) Não é só o Cooper, não é só o Tognetti, que marcou o primeiro golo, é toda a equipa e todos os adeptos que assistem ao jogo e nos dão muita força.”

No próximo domingo, a viagem é curta, mas a conquista dos três pontos frente ao Neves é fundamental e, para isso, voltamos a contar com o apoio essencial de todos os sócios e simpatizantes!