Miguel Mota: “Este resultado é um revés”

Miguel Mota: “Este resultado é um revés”

Miguel Mota: “Este resultado é um revés”

O SC Vianense perdeu, esta tarde, com o SC Maria da Fonte por 0-3 no Estádio Dr. José de Matos, num jogo em atraso a contar para 13ª jornada da Série A do Campeonato de Portugal.

A turma de Viana do Castelo entrou mais forte na partida e teve muito azar em não festejar o tão ansiado golo durante o primeiro tempo. Tiago Carvalho viu o guardião dos visitantes negar-lhe o golo e, poucos minutos depois, foi a vez de Diogo Brito ver o seu remate acrobático embater no poste da baliza do Maria da Fonte. Já em cima do intervalo, a equipa da Póvoa de Lanhoso chegou ao golo, beneficiando de um desentendimento entre Taha Zarei e Diogo Brito.

No segundo tempo, Gustavo Furtado bisou na partida com um cabeceamento ao segundo poste. O terceiro tento dos visitantes também não tardou em chegar, num novo lance de infelicidade para Diogo Brito que marcou na própria baliza.


Miguel Mota: “Tivemos dificuldades em encontrarmo-nos em campo”

Terminado o encontro, Miguel Mota reconheceu que “este resultado é um revés”, mas defendeu que a equipa não vai perder tempo, e os jogadores “vão trabalhar para voltar às vitórias”.

O técnico do SC Vianense afirmou ainda que a equipa “entrou bem no jogo e tivemos as melhores situações de perigo da primeira parte”. Contudo, o treinador admite que “o primeiro golo do Maria da Fonte surge de uma desatenção nossa e, apesar termos tentado corrigir o resultado no segundo tempo, acabamos por sofrer outro golo noutro erro defensivo e, a partir daí, tivemos dificuldades em encontrarmo-nos em campo”.


Com este resultado, o SC Vianense mantém-se no 6º lugar da Série A do Campeonato de Portugal com 26 pontos, vendo o Maria da Fonte assumir a 5ª posição com 29 pontos. O próximo encontro é já neste fim de semana com o CDC Montalegre (4º classificado), no Estádio Dr. José de Matos.